Artigo acadêmico da semana: Dinâmicas da dívida hipotecária no recente boom e a grande recessão

10/07/2017

Manuel Adelino, Antoinette Schoar, Felipe Severino


Este paper documenta uma série de fatos-chave sobre a evolução da dívida hipotecária, a propriedade de imóveis, o peso da dívida e a inadimplência subseqüente durante o boom da habitação recente e a grande recessão. Mostramos que a expansão da hipoteca foi compartilhada em toda a distribuição de renda, ou seja, o fluxo e o estoque de dívida aumentaram em todos os grupos de renda (exceto os 5% superiores). A expansão da hipoteca foi especialmente pronunciada em áreas com aumento dos preços das casas, e a velocidade em que as casas foram devolvidas nessas áreas aumentaram significativamente. No entanto, os loan-to-value ratios (LTV) na origem não aumentaram durante o período de expansão. Enquanto as taxas de acesso a casas aumentaram para as famílias de renda média e alta, não houve aumento na propriedade de casa para os grupos de menor renda. Finalmente, as taxas de inadimplência pós-crise cresceram predominantemente em áreas com grandes descontos de preços de casas, especialmente para empréstimos de alta renda. Esses resultados são consistentes com a visão de que a recuperação da dívida hipotecária durante o período pré-crise foi impulsionada pelo aumento dos valores das casas e das expectativas de aumento dos preços.

 

Leia o paper completo (em inglês) em: http://www.nber.org/papers/w23502