Como se sentir profundamente grato pelo mercado

01/09/2017

Bryan Caplan



No mundo real, os preços geralmente parecem muito acima do custo marginal. Ontem, por exemplo, comprei um par de pinças por US$ 14,99. Mas é difícil ver como o custo marginal - metal, eletricidade, transporte, diversos - pode atingir US$ 1,00. Esse é um markup bem superior a 1000%. Se você está mergulhado no modelo perfeitamente competitivo, onde o preço sempre é igual ao custo marginal, é fácil sentir-se "roubado" sempre que se faz uma compra.


A refutação óbvia é apontar para todos os custos fixos de produção. Enquanto o par marginal de pinças custa centavos para produzir, o primeiro par custa milhões. Considerando os custos fixos, os produtores de pinças provavelmente estão quase no prejuízo. Então, como isso é um bom negócio?


Mas, refletindo, isso subestima algo que é um negócio fantástico que os consumidores conseguem. Para explicar isso, muitas vezes invoco minha Heurística de Gratidão do Consumidor. É assim que funciona: quando comprei minhas pinças, perguntei-me: "Quanto custaria para eu fazer essas pinças sozinhas?"Na reflexão, a resposta é ... mais do que a minha riqueza de vida! Eu teria que passar anos aprendendo os conceitos básicos de mineração e metalurgia para adquirir uma competência mínima. E depois de uma vida de treinamento, eu ainda não teria a habilidade de fazer uma única pinça tão boa quanto a que eu comprei na loja. Pagar 14,99 dólares versus mais tempo do que eu tenho na Terra: é o que eu chamo de pechincha.

Nem é um caso excepcional. Quando aplico minha Heurística de Gratidão do Consumidor, a resposta modal é: uma vida de trabalho solitária não conseguiria produzir um produto comparável ao que eu compro na loja. Um dia no lago pode render alguns peixes tão bons quanto os que consigo comprar. Com anos de esforço, talvez eu possa cultivar alguns vegetais ou assar um pouco de pão tão bom quanto consigo na padaria. Mas a maioria dos itens que comprei são simplesmente além dos limites da minha potencial habilidade.


Considerar sua vida maravilhosa como algo dado é o caminho mais fácil. Ele vem naturalmente. Mas é um erro terrível. Eu tenho tanto que agradecer - e também todos os outros têm a sorte de viver em uma sociedade comercial industrializada. A Heurística de Gratidão do Consumidor nos ajuda a ver - e a viver - essa grande verdade.

Leia o texto completo (em inglês) em: fee.org/articles/how-to-feel-profoundly-grateful-about-the-market/